Blazer no dia a dia

O blazer foi inventado em 1837, pela rainha Victoria, da Inglaterra. Ela ordenou que os paletós dos marinheiros fossem confeccionados com corte diferente e botões dourados no punho.

Bom lembrar que blazer e paletó são peças diferentes. O paletó é algo muito formal que complementa o terno. Já o blazer é algo mais casual, que pode ser usado em diversas combinações.

O blazer é uma peça que consegue transformar qualquer visual, em elegante e moderno. Poucas peças e estilos de roupa não combinam com um blazer bacana e bem cortado.

Para o trabalho, para passeios, churrascos, almoços de trabalho e familiares, tudo casa com um visual com blazer. Claro que, usado de dia, o blazer precisa ser algo mais básico, para não ficar feio.  Blazers muito escuros, com estampas ou botões brilhantes, são peças pesadas para o dia a dia. O que pode ser feito é contrastar blazers claros com blusas de golas diferentes, ou cores mais vibrantes.

A combinação mais básica como jeans e blusa branca, pode virar um visual super moderno e elegante, com a combinação do blazer correto.

Dicas da Bonaparte:

– Se você estiver um pouco fora de forma, opte por blazers mais escuros e com cores mais fechadas.

– Tenha cuidado com o tamanho, o blazer precisa fechar na frente com folga.

– Evite combinar tênis muito esportivos com blazers.